Mel de Abelhas: propriedades, receitas e usos

O MEL DE ABELHAS
 
COMPOSIÇãO QUÍMICA DO MEL
PROPRIEDADES DO MEL
USO RECOMENDADO DO MEL
EFETOS BENEFICIOSOS DO MEL EM NOSSO ORGANISMO
O MEL EM COSMÉTICA
RECEITAS CON MEL
 
 

O Mel é a substância natural doce produzida pela abelha Apis mallifera, a partir do néctar das flores e de outras secreções extra florais que as abelhas libam, transportam, transformam, misturam com outras substâncias, deshidratam, concentram e guardam em favos.

Constitue um dos alimentos mais primitivos que o homem aproveitou para se nutrir­. Sua composição é complexa e os carbohi­dratos representam a maior proporção, dentro dos que salientam a frutosa e glucosa, mas contem uma grande variedade de substâncias me­nores dentro dos que salientam as enzimas, aminoácidos, aços orgânicos, antioxidantes, vitaminas e minerais.
 
 COMPOSIÇãO QUÍMICA DO MEL
 
  • Os açúcares (carbohidratos) glucosa e frutose. Ambos açúcares supõem o 75% em peso do mel. O mel também possue outros tipos de açúcares, como a sacarosa, um disacárido formado pela união de frutose e glucosa, constitue o 1% da composição do mel.
  • Outros disacáridos do mel são a maltosa e galatosa. A frutose é levemente mais doce que a sacarosa. Em quase todos os meus, a frutose predomina sobre o resto de açúcares e isto faz que o mel seja mais doce que o açúcar.
  • Também existem outros tipos de meus que contém mais glucosa que frutosa. O miel pode chegar a ser até 1,5 vezes mais doce que o açúcar.
  • Seu terceiro componente maioritário é a água, aproximadamente um 20%.
  • O mel contem além disso minerais como fósforo, magnésio, cálcio, ferro, sódio e potássio.
    Vitaminas como o aço ascórbico (vitamina C), tiamina (vitamina B1), riboflavina (vitamina B2), aço nicotínico e piridoxina (vitamina B6), exceto a vitamina A.
  • Áços orgânicos como o acético, butírico, cítrico, fórmico, fólico, glucônico, lático, málico, piroglutámico, e succínico. O aço orgânico principal é o aço glucônico. Os aços orgânicos (alifáticos e aromáticos) presentes no mel influem sobre seu sabor, ainda mais os aromáticos. O PH aço do mel inibe a presença e crescimiento de microorganismos.
  • Contem cerca de 18 aminoácidos libres, mas estão presentes em quantidades pequenas (quase o 0,1% de seu peso) desde uma visão nutricional. O aminoácido prolina é o mais abundante.
  • Além de todos estes elementos, o mel possue proteínas, hormônios estrogênicas, inibinas e substâncias com ação insulínica e colinérgica.
  • O mel líquida contem, por cada 100 gramas, uns 82 g de carbohidratos e fornece umas 304 quilocalorias. Assim, uma colher de mel com 21 gramas, contem aproximadamente 17 gramas de carbohidratos e a razão de umas 4 kilocalorias por grama, seu poder calórico será de 68 kilocalorias (kcal). 
    O mel é higroscópica porque é rica em açúcares como a frutose e pode absorber a água facilmente sob certas condições. A cor e sabor do mel de abelha não deriva das abelhas, só da fonte de onde as abelhas tiram o néctar fabricam o mel.

Composto

Porcentagem

Hidratos de carbono 

75-80%

Proteínas

Até 0,40%

SubstânciasMinerais

Até 1%: Potássio, cálcio, sódio, magnésio, silício, ferro, fósforo, etc

Oligoelementos

Zinco, molibdeno, iodo, etc.

Vitaminas

B2, ác. Pantoténico, niacina, tiamina, B6, C, K, Ác. Fólico, biotina.

Calorias

3,3 cal/g

 

 
 PROPRIEDADES DO MEL
 
  • O Mel é um alimento ideal para crianças, estudantes, idosos, convalescentes e esportistas.
  • Problemas de hipertensão e hipotensão, problemas cardíacos, artrite, reuma, constipação, dispepsia, azia e insónia.
  • Descongestionar brônquios e pulmões e suavizar a garganta.
  • Aftas bucales (em enxagues).
  • O Mel para uso cosmético por suas propriedades suavizantes e antinflamatórias.
  • A inflamação da hemorroidas (em uso externo).
  • Sendo um alimento alcalino não pode causar problemas de asimilação em pessoas com disfunções digestivas, sendo de grande ajuda na cicatrização de úlceras de estômago e duodeno.
  • Sua riqueza em potássio a torna em bactericida, impedindo o desenvolvimento de caldos de cultivo, pelo que é utilizada desde a antiguidade como conservante de alimentos e de pratos cozinhados, aos quais enriquece com seu sabor.
O Mel age como um eficaz desinfetante e cicatrizante de feridas.
 
 USO RECOMENDADO DO MEL
 

Como alimento:

  • Para untar metades de pão, queijo, abacates, frutas secos troceados, etc
  • Para elaborar zumos ou acompanhar a frutas secas como o arrope
  • Para endoçar e fortalecer os cereais do café da manhã, o iogurte ou os preparados infantis
  • Para elaborar todo tipo de macarrões e doces
  • Para fazer sorvetes.

Como terapia:

  • Para curar o catarro e a gripe: tomar ao deitar-se uma xícara de leite quente com mel, suco de limão e uns pingos de conhaque.
  • Como tônico geral: tomar um copo de leite quente ao que se coloca três colheres de mel, um ovo batido e uma taça de vinho generoso.
  • Para evitar os resfriados e a tosse bronquial: recomenda-se as infusões de mel con limão.
  • Em caso de gargantas irritadas: misturar duas colheres sopeiras de mel, duas de glicerina, uma de zumo de limão e um pingo de gengibre. Manter esta mistura quente e bebê-la cada duas horas.
  • Para se relaxar e conciliar o sono: tomar antes de deitar-se um copo de leite quente com mel.
  • Em caso de artrite, reumatismo ou caimbras musculares: por seu aporte de potássio o mel ajuda a sobrelevar melhor essas doenças.
  • O mel também é boa para combater a anorexia, os transtornos nervosos, as depressões menores e as alterações metabólicas relacionadas com a desnutrição.
  • Em caso de queimaduras, a aplicação de mel ajudará a aliviar a dor e a deter a formação de bolhas. Na IIª Guerra Mundial os hospitais soviéticos usavam mel nas vendagens dos soldados.

Como cosmético:

  • Na pele: O mel e a cera constituem a base de muitos cremes cutâneos, máscaras, batons e loções para peles ásperas e rachas das mãos. Uma das mascarilhas mais usadas é o mel com limão, excelente para limpar a pele, enquanto que a máscara de mel com aveia é muito utilizada como exfoliante natural; porém o mais importante é que a máscara se coloque com a pele limpa e se mantenha durante 10 ou 15 minutos de forma que suas propriedades tenham tempo de agir em nossa pele.
No cabelo: Para manter um cabelo sadio e limpo, pelo qual acrecentaremos uma colher de mel no xampu habitual e assim evita a entrada de germens no couro cabeludo. Para os cabelos secos, a mistura de uma parte de mel com três partes de oliva gera uma mascarilha hidratante excelente sendo grande sua eficácia quanto mais for o tempo de permanecer agindo sobre o cabelo.
 
 EFETOS BENEFICIOSOS DO MEL EM NOSSO ORGANISMO
 

Efeto sobre as Feridas: Uma das propriedades curativas do mel é seu grande poder antibiótico (o qual evita a infecção) e emoliente (que baixa a inflamação). A inibina é a substância que consegue que o mel aporte estes benefícios antimicrobianos. Tem se realizado pesquisas que demonstram que os apósitos embebidos de mel são a melhor aplicação sobre as feridas, sendo de grande importância seus benefícios nos casos de úlceras, queimaduras e incluso feridas quirúrgicas infetadas. Na cura das feridas também se demonstrou a importância de uma de suas propiedades: a hidrofilia, segundo a qual o mel tem a qualidade de absorber a água; graças a esta propriedade os apósitos ao ser retirados deixavam a ferida limpa sem eliminar o tecido novo que tinha gerado o organismo e permitindo a aplicação de um novo apósito sem necessidade de retirar nenhum resíduos.

Efeto em Afecções Respiratórias: No  caso das vias superiores, o mel age sobre as mucosas do nariz, laringe e alveolos pulmonares fazendo que suas propriedades agiam nos tratamentos de rinite aguda e crônica, faringite, bronquite e outras enfermidades respiratórias.

Efeto nas Afecções Cardiacas: O coração é um músculo que precisa de grande aporte energético por seu trabalho constante, dai que o mel aporte benefícios a este importante órgão, porque sua propriedade digestiva e de fácil asimilação aporta rápidamente energia ao miocardio sempre que precisar. O mel não só acelera a atividade do coração se não que também contribue a nutrir suas células e sua glucosa contribue à dilatação venosa, propriedade muito importante para a circulação do  sangue. O mel aumenta o caudal dos vasos coronários, pelo que facilita as contrações do coração e guarda energia naqueles corações fatigados e castigados pelo estresse.

Efeto nas Afecções do Sistema Digestivo: Tem se realizado pesquisas que indicam os benefícios do mel nos casos de constipação favorecendo a asimilação de nutrientes e o movimento intestinal. O mel possue uma elevada concentração de frutose que é ideal para a constipação ocasional, a frutose sem digerir nutre além as bactérias que moram em nosso intestino e a fermentação que resulta disso aporta água ao intestino grosso agindo como laxativo. Outras das propriedades deste alimento são combater a azia (quando se consome templada), resulta beneficiosa nos casos de úlceras ajudando a sua cicatrização, combate as dores gástricas, reduz a formação de gases no estômago e ajuda a combater a gastrite.

Efeto no Esgotamento Físico e Mental: O mel é recomendado para tratar o esgotamento físico e mental, embora também para tratar os estados de ansiedade e nervosismo, isso é porque a glucosa que contem o mel é um nutriente fundamental para as neuronas; além este alimento fornece energia às células musculares, o qual não só calma as caimbras, se não que também reduz as contraturas e a rigidez dos músculos provocadas pelos nervos. Tem se praticado pesquisas em pacientes que sofriam coreia e também contrações musculares aos quais se proporciona mel.

Efeto na Fertilidade: As conhecidas propriedades soníferas do mel fazem que seja também recomendável em pacientes com insônia crônica; e também em pessoas nervosas ou fatigadas.

 
 O MEL EM COSMÉTICA
 

As propriedades do Mel mais importantes para a cosmética são como nutriente e hidratante da pele o qual colocado em forma de mascarilha aporta suavidade e frescura reduzindo desse jeito as rugas e a secura naquelas peles que a sofram. Além sua propriedade hidrófila que faz que o mel absorba as secreções da pele agindo na vez como desinfetante.

Os Meus têm se utilizado durante séculos na beleza feminina; sendo utilizada por Popea, a esposa do imperador romano Nerão, para deixar seu rosto mais terso e jovem, e por Ana da Inglaterra para arranjar um cabelo brilhante graças a suas propriedades condicionadoras e hidratantes.

Na pele: O Mel aporta grandes benefícios à pele graças a suas propriedades nutritivas, antinflamatórias e bactericidas, as quais tornam o mel em um excelente cicatrizante e um estupendo nutriente da dermis e dos nervos subcutâneos. As propriedades humetantes do mel fazem que seja utilizado em diversos tratamentos dérmicos, ainda mais na atualidade em que as agressões externas são diárias e provocam o envelhecimento prematuro com a aparição de secura e de escalas na pele. É nessas circunstâncias onde a aplicação de meus faz que a pele se mantenha hidratada em profundidade, por isso o mel é usado para elaborar cosméticos destinados ao cuidado do rosto e o cabelo. Além dessas propriedades humetantes, o miel se utiliza como limpador, como regerador da pele graças a suas propriedades antioxidantes e nos tratamentos do acne aporta seus benefícios antibacterianos e antisépticos.

Em cabelo: Uma pesquisa realizada em 1964 demonstrou que as propriedades do mel agiam sobre o couro cabeludo doente aportando grandes benefícios, para isso um grupo de pacientes com problemas de caspa e dermatite seborreica deviam se aplicar mascarilhas de mel durante um tempo para observar os resultados. Os pacientes començaram o tratamento com perda de cabelo, couceira, caroços com escalas secas, lesões e outros problemas do couro cabeludo, trás uma semana se colocando diariamente as máscaras de mel deixaram de sentir picores e melhorou o vermelhidão, enquanto que após duas semanas as lesões tinham cicatrizado e começavam a sumir.

 
 RECEITAS CON MEL
 
  • Torrijas: Cortar em fatias uma barra de pão, melhor se for no dia anterior. Espalhá-las com leite morno muito melado. Arremessar as torrijas em ovo e fritar em óleo muito quente. Espalhá-las com unalmíbar de vinho e mel.  
  • Queijo com mel: Tomar pequenos troços de queijo untados de mel com pão. O contraste entre o recio sabor do queijo e o doce do mel resulta gostoso.  
  • Flocos: Bater seis ovos em meio quilo de farinha e acrescentar um copo de cachaça, um pitada de sal e a água necessária até obter uma massa mole. Refinar essa massa com um rolo e cortá-la em troços pequenos. Frita-se em óleo muito quente e é servido com mel.
  • Torta de mel: Misturar um quilo de farinha e 1 de mel até formar uma pasta. Acrescentar um ovo, um pouco de água e 1 colher de bicarbonato. Fornear durante uma hora a fogo moderado.
  • Compota: Cozinhar a fogo lento uma mistura de mel, água e frutas; aromatizá-lo com anís, canela e cravo; deixa-se esfriar na geladeira e se enfeita com um pouco de nata.
  • Maçãs assadas: Abrir um buraco na maçã alrededores do semente e enchê-lo de mel. Assar no forno.
  • Almendrado de mel: Obter um xarope misturando 200 gramas de açúcar e meio litro de água. Em outro contentor, esquenta-se sem que ferva quilo e meio de mel. Misturar tudo isso e acrescentar 150 gramas de almendras secas, torradas e troceadas. Colocar fatias desta massa entre bolachas ou em moldes que contenham uma leve capa de manteiga.
  • Bombons de mel: Em um contentor se coloca um quilo de açúcar, 1/2 de mel e quatro colheres de manteiga. Depois de cozinhado, acrescenta-se 1/2 de nata fresca, um pouco de café carregado e anís.
  • Balas de mel: Derrete-se a fogo lento a partes iguais água, mel e açúcar. Quando tudo estiver bem misturado e “a ponto de caramelo” (quando um pingo dessa mistura se quebrar como o vidro ao colocar a água), coloca-se en moldes levemente untados de manteiga. Deixar esfriar.
  • Turróm de mel: Em um contentor se coloca um quiilo de mel, dos de açúcar bem moido e a corteza de um limão. Coloca-se no fogo até chegar a ponto de caramelo. Deixa-se esfriar e se colocam oito claras de ovo batidas como para merengue. A mistura obtida se bate até que estiver mole. Coloca-se num molde e acrescenta-se almendras troceadas.
  • Sorvete de frutas secas com mel: Ralar 200 gramas de nozes ou avelãs e caramelizá-las com 100 gramas de mel. Acrescentar aos poucos 1 dl. de creme de leite e arremessar suavemente; fazer um melaço com um copo de vinho; empratar  sobremesa com as nozes quentes e o vinho; colocar encima uma bola de sorvete.
 
 

Comentários(5)

  1. Boa noite, desejo saber qual a proporção de mel como conservante natural a ser utilizado para cada litro de um determinado chá?

  2. olá senhores; Gostaria de receber informações sobre a quantidade sódio de uma determinada marga de mel. Me pareceu muito grande (327g) para uma colher. É normal? Obrigado. marinete saldanha

  3. Boa tarde, adorei a vossa magnifica informação sobre o mel. Um bem haja para voces

  4. Eu tome regular mente mel, prefiro o mel escuro pois sinto-me bastante melhor que com o mel amarelo.

  5. Propriedades cosméticas do mel

Escrever um comentário

  • Seus comentários são bem-vindos e serão revistos antes de publicar, por favor note que:

  • Não aceitamos publicidade ou comentários ofensivos.
    Não respondemos aos questões de saúde, por favor dirigir suas perguntas para outros leitores.
    Por favor, note que esta seção é sópara informação e não é pretendida como um substituto para qualquer tratamento de saúde.

Subir